Final com ela

A pior noite de minha vida. Acho que não terei a oportunidade de ver outra igual, e isso seria bom, se eu não, também, perdesse a oportunidade viver todo o resto. A manhã seguinte foi uma manhã de solstício de verão tão bela e fresca quanto se possa imaginar: céu azul sem nenhuma nuvem, e o sol dançando na água; ou será que aquilo era a poça de meu próprio sangue? Enfim, até o dia parecia rir de mim, de toda minha falta de sorte.
A cada segundo que passava eu sentia aquela dor transpor minhas emoções e tomar conta de meu corpo. Era insuportável, mas algo que eu merecia. Não consegui ver nada de especial. Meus olhos só viam borrões de algo que seria uma rua apertada, solitária, e clara com toda aquela luz do sol. Nesse estágio já desisti de que alguém venha me socorrer, afinal, quem viria a um local escondido como esse? Provável que ninguém nunca saiba como morri, assim como não sabiam como vivi. Se o começo é ruim, o final não pode ser melhor; foi isso que aprendi.
Senti a luz do sol esquentar meu rosto, já quase sem vida. Talvez essa seja a ultima vez que eu sinta algo assim... Se eu tivesse dado valor a isso enquanto o tinha com abundância, me sentiria melhor agora, não é?
Muitas vezes eu me perguntei como seria o último ato de minha peça, da minha vida; e já agora não quero mais ver. Meus sonhos, meus desejos, meus ideias; nenhum deles foram feitos pra me levar a um fim como esse. Mas agora não tem mais volta. É aceitar e morrer assim mesmo.
Pior do que tudo é saber que nunca mais poderei ver ela. Ela, com seus cabelos cacheados, seus olhos profundos, seus lábios doces, sua pele macia; enfim, nada disso me pertence mais. Onde estará ela agora? Será que sente a minha falta, assim como eu sinto dela? Nunca poderei saber as respostas dessa pergunta, por mais que eu queira.
Acho que agora já cheguei ao fim do fim. O resto de minhas forças se esgotam aos poucos, e meu rosto já não suporta o contato do concreto na minha pele. Minha respiração ofega aos poucos, deixando-me só. Mas, escuto um barulho, uma voz; seria esse o chamado do céu? Um toque suave se detem no meu rosto, e... eu conheço esse cheiro. Abro os olhos devagar, e vejo, com dificuldade, aqueles cachos perfeitos, que a muito desejo. Demorei um pouco pra entender o óbvio: Ela está aqui.
- Não se preocupe, você ficará bem! - escuto ela dizer, enquanto sinto suas lágrimas molharem meu rosto. Sorrio, ainda olhando pra ela. Se eu morrer, ao menos a vi por uma última vez; como uma despedida fúnebre.
- Ana... O que faz aqui? - perguntei-lhe, sem querer, realmente, saber a resposta. Gastei tanta energia pra isso, que meu sangue pareceu parar mais ainda de circurlar pelo meu corpo.
- Não importa. Logo a ambulância chegará, e você vai ficar bom. Você vai ver. ELes vão cuidar de você, e a polícia vai prender quem te fez isso... você vai ver.
Eu gostaria que tudo acontecesse como ela diz. Eu queria abraçá-la. Sentir seu cheiro mais um pouco, e sentir seu cheiro eternamente. Mas... querer não é poder.

Acordei num quarto de hospital. Sim, sobrevivi. Não acredito nisso, mas acreditar nem sempre é necessário. Sinto algo avançar pra mim, e me abraçar com força;  e aquele cheiro me invade. É, ela também está aqui. Aliás, agora vejo que ela sempre esteve ao meu lado... Desejo que seja assim até o fim, e que esse fim não seja agora. Quero passar longos anos com ela, e nada mais importa. Não quero saber se a polícia conseguirá prender os assaltantes, ou se ficarei com alguma sequela por causa do tiro; mas, meu unico desejo é sentir esse abraço me apertar mais um pouco... E, se for possivel, senti-lo pra sempre.
Fim.

Pauta para o Projeto Onde Upon Time.

4 comentários:

  1. *-----------------------*
    meu texto preferido seu, com toda certeza.
    Você se supera a cada dia ein mary ;D
    Desse jeito serei sua fã nº 1 ^^
    E já que tô aqui, queria pergunta, porque você mudou o seu nome ?
    pra esse dai.
    bjos ;*

    ResponderExcluir
  2. Oii amei a historia!
    Eu tenho o livro A menina que roubava livro e vou ler ele quando terminar de ler eclipse que já tá acabando!

    Blog nota 10 vou seguir e dá uma passada no meu ;)

    http//:momentos-bd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. http://momentos-bd.blogspot.com
    corrigindo

    ResponderExcluir