Garota dos sonhos

De uma forma estranhamente mágica, o local brilhava ao nosso redor. Eu via bolas luminosas em nosso encalço, enquanto eu e ela caminhavamos pela trilha deserta, naquela tarde fria de outono. Estávamos sozinhos ali, e não nos importavámos tanto com isso. Ela mantinha um sorriso constante e gostoso no rosto, e seus passos lentos não mostravam pressa alguma de ver aquele momento se indo. De uma maneira diferente, eu não precisava do sol para me manter aquecido; eu tinha aqueles olhos cor de mel que me esquentavam mesmo sem eu pedir.
- O que foi? - perguntei-lhe, quando, de repente, seu sorriso sumiu e seus olhos se mantiveram fixos no chão, enquanto caminhavámos.
- Você sabe que tenho que ir, não é?
Eu queria implorar que não, fazê-la ficar nem que fosse à força; mas, eu não posso fazer isso. Não devo. Parei de andar, e dei-lhe um beijo; o melhor que eu podia lhe dar naquele momento.
- Promete que volta?
- Não. - respondeu-me ela.
A vi se virar e começar a se afastar de mim com passos lentos, sem olhar para trás nenhuma vez. Uma escuridão repentina encobriu seu corpo, até que este sumiu para sempre. Gritei por seu nome; ela não respondeu. E fiquei ali, parado, esperando.

Fui despertado para o mundo real pelo meu professor, no meio de uma interessante aula de geografia. Enfim, só era mais um pesadelo. Eu nunca nem tinha visto aquele rosto. Aquela garota não existia. Me conformo com isso; estou apaixonado por alguém que nunca vi, e nem sei se existe.
- Como eu estava falando, antes de ser interrompido rudemente pelos roncos do seu amado colega de classe, hoje temos uma estudante nova. Pode entrar, Vitória. - falou o professor com um entusiasmo anormal.
Pela porta da sala entrou uma garota familiar. Seus olhos cor de mel se fixaram em mim, e ela sorriu. Aquele mesmo sorriso. Ela se sentou bem ao meu lado, como se me conhecesse. Por um instante, não duvido mais de nada. Eu posso ainda estar sonhando, talvez, mas tenho a esperança de que dessa vez meu sonho não acabará com ela indo embora. Dessa vez não deixarei ela ir. A garota dos meus sonhos não poderia escapar por uma segunda vez.

----------------------------------------


Desculpe por esse tempo que passei sem postar. Ah, o novo lay quem fez foi a fofa da Ester (Garota All star).
Espero que tenham gostado do texto ^^
Comenta ai *--*

6 comentários:

  1. Ola amei seu blog!! Aceita parceria? Me avisa www.placeofadolescente.blogspot.com
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Obg por acc parceria!!
    Eu ja peguei seu banner pega la o meu para colocar nos parceiros ok?
    Bjs do www.placeofadolescente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. ashudahs, sozinha minha mãe também não me deixaria ir, mas ela foi junto :)
    lindo aqui *-*
    :*

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Eu adorei seu post! Ficou tão misterioso, enigmático, interessante e prende nossa atenção até o fim. Dá vontade de saber o que aconteceu. Você escreve muito bem, sabia? Eu adorei!!!!
    Quem me dera se os garotos que sonho ( e nem sei quem são ou se existem, assim como o colega aí em cima)resolvessem aparecer lá no colégio perguntando por mim. Seria uma loucura, neh? Sinceramente vc me fez pensar em como seria se isso acontecesse comigo. Acho que eu não acreditaria e tbm acharia q estava sonhando de novo. Mas seria uma boa idéia. :D

    Bom Sábado, Flor!
    :3

    ResponderExcluir