Ferida agradável


Um desejo selvagem toma conta de mim, toda vez que a vejo. Não sei ao certo se é um desejo, ou medo; só sei que fujo. Meus olhos querem estar presos à ela, mas tento destraí-los ao maximo com besteiras que nunca chegaram a me interessar; ou talvez já tenham me interessado, só que há tanto tempo que parece um passado muito remoto. Pergunto-me o que ela sente quando me vê. Talvez ela seja vitima de meus mesmos sentimentos, mas ainda paira a duvida: ela pode nem perceber que existo. Minha incapacidade é tão idiota, que até eu me assusto. Por que não consigo falar com ela da mesma forma que falo com tantas outras? Ela é normal. Droga, eu sei que ela não é comum - a quem quero enganar? Ela é especial. Queria também ser como tal, para ela. Será que neste momento ela divide seus pensamentos comigo? Será que enfim somos apenas vitimas dos mesmos raciocinios tolos? Não digo que quero que a resposta fosse positiva, embora uma parte de meu egoísmo queira realmente que essa possibilidade seja verdadeira; eu quero que ela continue a ser dessa maneira especial por algum tempo... um tempo que nem eu consigo contar, eu acho. Deixarei ela viver, assim deverá ser melhor. Se não for: nada mudará. Ela continuará a viver, mesmo se eu morresse, ou não existisse. Só uma coisa pode acabar com sua vida, e isso é a morte. Então, enquanto ela não morre, pode continuar a fazer de sua vida o sentido para os outros, ou tornar a vida dos outros o seu maior sentido de viver. Pode transformar abraços em contatos ingenuos e angelicais entre duas pessoas; bem provável que ela faça isso com um outro homem, mas tudo bem. Quem sabe ela possa utilizar de sua vivacidade para ajudar os outros, o tornar a vida de alguém algo bem melhor. Mas por que insisto em ter pensamentos como esse? Ela merece tanta atenção dessa maneira? Ela é cruel, afinal. Mas gosto tanto dela que nem percebo o quanto ela me fere com sua própria existência. É mesmo, existem pessoas que nasceram para ferir outras. Seria ela uma dessas? Talvez. Mas não quero que ela deixe de ser assim: de alguma forma a ferida que ela deixa em mim me é agradável demais para deixá-la partir. 

----------------------------------------


Só pra não perder muito o costume de postar, coloquei esse texto ai, rs. Não gostei muito dele, e não me perguntem se tirei isso de uma história veridica, porque eu realmente não sei. Esse texto já estava em minha cabeça há algum tempo, só fiz colocá-lo no papel.  ^^'


Comentem
Boa sexta

3 comentários:

  1. (:
    Eu amei!
    Tipo, estamos acostumadas a ler outras garotas falando de meninos, mas eu sempre achei que eles eram bem melhores nessa coisa do que a gente.
    Eles nos veem realmente.
    Eu sei que foi você - uma garota - que escreveu, mas ainda assim..!
    Lindo!
    Sei lá! Eu simplesmente amo escutar/ler garotos falando apaixonadamente de garotas! Não sei mesmo o porquê, mas é tão bonitinho...!
    Talvez seja porque eu queira que um garoto fale assim de mim.
    ***
    Bem, ficou lindo e obg por ter se preocupado comigo, felizmente estou melhor. Não sei se está tudo 100% mas estou me forçando a rir mais e música ajuda muito! Porque não adianta ficar chorando pelo cantos!
    XP
    Bem, e você tem razão! Eu nunca vi desta forma [a coisa das sombras]! Bem, agora eu fico feliz por seu uma sombra. No sentido de companheira, não gosto de ficar na sombra, só ali sem ser notada. Ser excluída é um porre!
    Bem, bjoooo. Ficou lindo mesmo! Juh

    ResponderExcluir
  2. ficou otimo, da onde veio, veioooo com muiita inspiração heim garota rsrs, adorei
    Beeijo flor, e bom FDs
    tem selinho pra voc

    Adoreii o novo lay do blog^^

    ResponderExcluir
  3. Eu aaaameiii esse texto!

    Vc andou pesquisando minha vida né? Esse texto é minha caraa! Sério! Tudo que eu sinto se resumi nesse texto!

    Vc é demais garota!
    Bom FDS pra ti!

    ResponderExcluir