O rapaz, a carta e a garota



"Com essa sua atitude... esse seu jeito de amá-la... Você irá perdê-la. Sabe bem disso, não estou certo? Você diz amá-la, mas ela não consegue ver isso. Ela cansará logo desse aparente amor unilateral, e te deixará. Talvez encontre alguém que lhe dê mais atenção, carinho, e que a deixe feliz; talvez ela até esqueça você! Talvez, enfim, ela consiga fazer o que você acha ser impossivel, e deixar de amá-lo. Ela será feliz; encontrará uma felicidade mútua para compartilhar com alguém que a amará do jeito que você diz amá-la... Mas, e você? Você conseguirá viver sem ela? Seja egoísta, pense em si mesmo nesse momento, e me responda: você acha ser capaz de sobreviver sem ter o amor dela? Você é um inutil! Não adianta dizer que a culpa é minha, que sempre faço você se apaixonar pelas garotas erradas; na verdade o unico errado aqui é você. Eu te dou as oportunidades de amar garotas que te amam, ou que você tem que conquistar, mas, creia, elas sempre são as melhores. Já te escolhi alguém que você não pensou ser perfeita para ti? Claro que não! Eu te conheço bem. Sei quais garotas te completaria perfeitamente, e quais seriam ótimas para morar com você; mas você não quer lutar por elas, não quer aprender a amar. Eu tento te ensinar as lições pelo caminho mais correto, e você não aceita. Sempre culpam a mim pelo que faço! Mas faço para seu bem; quero seu melhor; seu esforço é importante para sua própria vida, e você precisa se esforçar pelas pessoas que ama. Ela irá procurar alguém que a faça feliz; no momento, você só a fez chorar. Estou cansado de ser culpado pelos seus erros, na hora que você chora tanto; mas é por isso mesmo que faço com quê se apaixone: para curar as feridas que você mesmo criou em si."


Atenciosamente, do seu coração.

Aquela era mais uma carta tola. O garoto já não suportava mais aquilo. Quem estaria mandando tantas tolices? Sua própria namorada, injuriada dele agir tão diferente com ela, em comparação com os outros enamorados? Só podia ser! Precisava esclarecer aquilo direito... Se não ficaria louco.
Mostrou a carta para a garota, que pegara o papel, tensa. Coisas que ele sabia: a amava. Ela era perfeita. Mas, não conseguia, de jeito nenhum, dizer aquilo à garota, que declamava à ele seu amor de cinco em cinco minutos, como um relógio biológico. Ela era perfeita...
- Você que escreveu essa carta, não foi? - perguntou ele, asperamente.
- Não. Por que eu escreveria?
- Por que é bem sua cara! Você acha que vou mudar para um cara idiota-namorado-perfeito, se a carta me convencesse disso.
Seu tom aspero... Por que ele sempre falava aquelas coisas para ela?
A garota pensou em toda a desconfiança que ele depositava nela, desde sempre, e em todas as surras de palavras que ele dava-a; suas lagrimas começaram a descer. Talvez a carta estivesse certa: talvez fosse melhor abandoná-lo.
E o coração do menino doeu... Odiava vê-la chorar; mas porque sempre fazia isso? Por que sempre fazia a garota que amava chorar? Ele tinha medo das verdades que lera naquela carta... Talvez realmente ele não soubera amar... Talvez tudo tivesse sido diferente, se ele aprendesse a gostar de alguém... E talvez ele acabasse sozinho.

-------------------------------------------------------


O tema desse texto? Nem eu mesma sei! Comecei a escrevê-lo, ainda pensando em "dor"; mas, como a Ana disse num de seus comentarios, as ideias vão puxando outras! rs' Acabei escrevendo uma carta do coração de um rapaz para seu próprio dono. Não sei se ficou bom, mas isso é o dever de vocês me dizerem.
=P'
Novamente, o titulo não teve sentindo, com relação ao texto.
Itedekimasu!
Ah, essa é para a Juh: se responde Iterashai. Ela disse que havia esquecido como se responde à esse cumprimento (itedekimasu) corretamente.
>.<'

9 comentários:

  1. Que lindo /emocionou.
    Também sei como é, quando começo a escrever estou pensando em uma coisa,mas quando leio o texto depois de escrever vejo que fugi muuuito do assunto.

    Então one-chan o anime se chama Zero no Tsukaima (eu falaria para você assistir,eu gostei muito no começo,mas tinha cenas impróprias ,e eu não fico muito confortável vendo isso sabe?Eu parei de assistir,fiquei com muita raiva porque ele era meio hentai --',odeio isso,ele tem 13 episódios,parei no 3º por causa da indecência.)


    Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Certeza,CERTEZa não tenho one-chan,mas parece muito a Luise e o Saito ,não é?!
    Eu gostaria de voltar assistir,o anime parece tão interessante,e eles são um casal mega fofo e tals.eu me apeguei e quando vi que ele era hentai fiquei me lamentando --' (oh trágico)

    Se souber direitinho qual é o anime,eu falo pra vc one-chan

    ResponderExcluir
  3. /Palmas / Palmas /Palmas \o/

    Esse texto foi uns dos meus preferidos! Amei a carta do coração!!!!
    Lindoo!!!

    Iterashai!

    ResponderExcluir
  4. Quem sabe, não foi o próprio coração que escreveu-a? Quem sabe, não foi ele mesmo, que materializou seus pensamentos ali? Quem sabe...? Às vezes, é melhor ficar na dúvida. Às vezes, é melhor atender à carta, e perceber que talvez ninguém nesse mundo saiba amar. Eu, por exemplo, não sei. E sei que nunca vou saber. Eu já desisti do amor há muito. Não vou dizer de desacredito-o, porque não seria verdade. Desacredito-o para mim, minha sina é ser sempre assim; a dona de um cotovelo analfabeto e de um destino totalmente indefinido pelo próprio destino... desacreditar no amor já não é meu maior defeito nem problema.
    Virou uma característica do meu ser.
    Mas eu tenho pena da garota. Ela ainda pode aprender a amar, mas não vai conseguir isso com esse, que recebe as cartas. Como o próprio coração disse, ela vai ser feliz. Mas sem ele.

    Ooooi :D Cá estou, escrevendo besteira no seu blog. Adorey o texto *----*

    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  5. Iterashai...
    rsrsrsrs
    Ok, vou tentar lembrar. (:
    E o texto ficou bom sim!
    Putz, tu tens um talento incrível!
    Eu também não sou boa em me prender a um assunto, é como um rio, começo pensando numa coisa que me leva a outra e outra...
    E quando eu quero colocar no papel?
    Tipo, eu estou pensando besteiras no meu quarto, olhando pro teto... Ai começo a pensar algo realmente interessante e resolvo anotar...
    O início pode até ser o mesmo, mas depois... Quem é que sabe, vem algo que eu estava pensando antes, depois chega uma ideia nova...
    rsrsrsrsrs
    A maior confusão!
    rsrsrsrs
    E para fazer redação pro colégio:
    vamos, Ju, se concentra o tema é esse, não, não é isso não! Isso não tem nada há ver, Ju! O tema é esse, se concentra, se concentra...
    rsrsrsrsrsrsrs
    Ai, mas às vezes sai algo que preste...
    É que, bem, eu sou uma pessoa confusa... xD
    E quem não é, né?
    (:
    Beijoo, Ju Almeida

    ResponderExcluir
  6. A meu céu! Eu nem comentei sobre o texto!
    (sacudindo a cabeça)
    Ok, vamos tentar fazer um comentário sobre o texto, sobre o texto, Ju...

    Ficou lindo! Tipo, não lindo, porque esse garoto é um idiota, porque... onde é que já se viu ser tãããããooo imbecil? Ele ama a garota e não demonstra, não diz que a ama, nada! Aposto que nem um beijo ele tentou roubar...
    E depois fica se doendo...
    umpf
    Ok, existem pessoas que tem dificuldade de demonstrar seus sentimentos...
    Mas uma coisa é ser tímido, outra é ser um mané (como diz meu pai...).
    umpf de novo.
    pessoas assim são muito gays!
    Ah, o "gay" ai não é de ser homossexual nem nada assim, é uma giria minha que significa chato, idiota, irritantes e coisas assim.
    Não tenho nada contra os homossexuais, até conheço um que é muito legal, mas é que "gay", pronuncia: "gay", não sei explicar, cai muito bem... =/
    Voltando, pessoas assim...
    Ai, eu tenho vontade de dizer: "deixe de ser idiota, se ama, cuida! Ou vai perdê-la..."
    aff, me dá nos nervos...
    Bem, é isso.
    (Consegui! Desta vez o comentário foi sobre o texto... Com pequenos desvios, não consigo evitar...)
    Iterashai..
    Ju

    ResponderExcluir
  7. texto lindo! parabéns!
    Assim como você também adoro livros!
    Meu antigo blog (pensando bem) teve um probleminhas,então criei outro.Por favor, visite,siga,comente e pegue o link me:
    www.teenagedream-mah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. O que vem fácil, vai fácil... rs. Mais um de seus textos que é pra refleir! xD
    O que será que o meu coração diria pra mim se pudesse? Possuo medo de imaginar. x_x'
    As pessoas tem mania mesmo de culpar o "cupido" ou o "coração", mas os culpados somos nós mesmo. Sempre considerei que somos nós quem escolhemos quem amamos, as vezes sabemos que aquela pessoa não serve para estar no nosso lado, mas no fundo vc a deseja e apesar de fingir que não, vc se permite amá-la. Então você escolhe amá-la, mesmo que sofra com isso.
    No caso do texto eu não consegui perceber muito bem o problema do rapaz...Ele estava com uma garota que amava mas não demonstrava-se tão afetuoso quanto deveria? Hora parecia que ele a amava, outras pareciam que não... Bom, graças a Marlin nenhuma das opções nunca aconteceu comigo e meu coração não teria de reclamar quanto a isso, mas aposto que eu levaria uns sermões... xD

    Belo, texto!

    OBS: Desculpe pela demora a vir comentar...

    ;*

    ResponderExcluir
  9. hsuaHSUahusHAUSHaus... tava lendo os comentários... adorei o que a Juh disse: "uma coisa é ser tímido, outra é ser mané" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... muito boa! xD

    Tbm tenho mania de usar "gay" nesse sentido e não sou homofóbica nem nada do tipo... XD

    /parey de comentar coisa nada a ver com o post' -Q

    Enfim... post muito criativo como sempre... /elogiando só pra dizer que esse segundo comentário não foi inútil. xD

    ResponderExcluir