Felicidade

Eu não sabia onde, ou quando eu acharia. Mas eu sabia que ela existia. E sabia que não podia vê-la, mas senti-la. E me perguntei se os outros saberiam me mostrar o caminho para achá-la; descobri que não. Entendi que eu era a unica que a buscava de verdade. Que era a unica que não inventava desculpas tolas para não buscá-la. Eu realmente queria achá-la, só não sabia se isso era ainda possivel. Só não sabia se precisava de mais alguma coisa para tê-la.
Só sei que a buscava intensamente.
E, depois de tudo, descobri algo importante. Eu não podia achá-la, porque, na verdade, eu não sabia o que ela era . Eu não reconhecia seu valor, embora a desejasse. O valor da felicidade. Eu não sabia sua textura, seu sabor, sua essência; e por isso não podia encontrá-la. Acho que ninguém a tem por causa disso; as pessoas sempre a procuram em lugares errados. Eles sempre acham que podem fazer as coisas de suas próprias maneiras - isso causa problemas. Não que seja errado, e que problemas sejam mesmo ruins, mas acaba sendo sempre mais dificil você achar aquilo que não tem certeza de como é - fica mais dificil encontrar a felicidade. Não é como se fosse você reencontrar um antigo amigo seu, tombando com ele numa esquina, enquanto voltava para casa; buscar algo que você, talvez, nunca tenha tido, é bem mais dificil. Bem mais doloroso.
Me pergunto, agora, se a dor é ruim.
E outros dizem que só poderão ser felizes se encontrarem o amor. O verdadeiro amor. Isso causa uma imagem dependente; como se uma forma de sentimento pudesse ser sua fonte de felicidade. Mas existem muitas formas de felicidade. O amor pode estar inclusa nela, mas não é um sentimento total-depentende dele. Amar é amar, ser feliz é ser feliz. Você não deve deixar que suas frustrações em alguns sentimentos lhe levem mais longe da sua própria felicidade. Não devia deixar que o amor se torne um empecilho de ser ser feliz. Mas amar continua sendo bom.
O problema não é o amor, mas não saber se ele existe. Esse é o maior problema.
E, agora, já no fim de uma discussão comigo mesma, chego a conclusão de que a melhor maneira de se encontrar a felicidade, é não forçando-a a aparecer. É deixá-la vir naturalmente. Porque ela não é coo bolas coloridas, como eu já ouvi; mas como ondas, que sempre vêm e vão. Desse modo, você sabe que ela pode ir, mas também tem a certeza de que ela voltará.




6 comentários:

  1. É mais ou menos assim, na minha opinião.
    Lendo, eu cheguei a pensar e quando essas palavras me vieram a mente tive a certeza de que estava certa, pelo menos para mim e agora eu sinto isso.
    A felicidade está conosco o tempo todo. Porém ela não é como uma camiseta neon - difícil de não ver -, ela é calma e tranquila e poucas pessoas se dão conta que ela está bem ali, com elas o tempo todo. Na maioria do tempo as pessoas procuram outros sentimentos, pode ser até involuntário, mas elas se destraem, cultivam sentimentos ruins dentro de si e são eles que se fazem evidentes, em cores fortes. Algo que todos deveriam saber fazer é apagar. Sim, apagra o que não é bom, assim as pessoas poderiam perceber que a felicidade está logo ali, calminha, branca. Ela é a superfície onde tudo nasce, um estado de paz. É claro que há rassuras nesse desenho chamado vida, mas cada um é o seu próprio artista e só cabe a ele escolher se vai pintar seu quadro em cores alegres ou tristes.
    Aliás, muita gente confude alegria com felicidade. Elas são parecidas, adimito. Mas a alegria é eufórica, vibrante, por isso se faz mais notável. Enquanto a felicidade é um estado de paz.
    (:
    Pelo menos para mim é assim. E acredito que cada um tenha seu próprio dicionário, as coisas, felizmente, mudam de cada um para cada um.
    2 Beijos para ti.
    E, ei, este é o comentário 400! Parabéns!
    Ju Almeida

    ResponderExcluir
  2. Felicidade! Ao bem da verdade a felicidade pura não existe, existem sim momentos felizes! Por isso quando encontrar um momento feliz, devemos fazer questão de aproveitá-lo da melhor maneira possível, porque aquele momento passa tão rapidamente. Então a felicidade ficou somente na memória!
    Obrigado pelos seus belos comentários!

    Beijos!...

    ResponderExcluir
  3. Era tudo uma bolha.
    Toda a minha "felicidade" era somente uma bolha, que, logo percebi, estava flutuando alto demais, e quando ela estourou foi um grande choque, e posso dizer que doeu, pois havia alguém dentro dela. Eu.
    Era como viver de tofu, eu conseguia viver com a falsa felicidade, mas eu não tinha o conhecimento do que é a verdadeira felicidade. E nem tenho ainda.
    Engraçado, Nai, como eu estava seriamente pensando nesse assunto e a SUPER SHIZZU aparece e salva a pátria. :D


    ;*

    ResponderExcluir
  4. Realmente é complicado procurar algo que você não sabe como é ou onde encontra, mas eu ainda acredito que a felicidade é uma escolha que cada pessoa faz. Por isso umas parecem mais felizes que as outras.
    Bem...
    Menina, eu tenho um presente pra ti, é um selo que está te esperando lá no Ninho de Gato (AQUI)
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  5. A verdadeira felicidade está tão somente dentro de nós...
    Os outros podem supor o quanto somos felizes,mas saber ou sentir nossa felicidade, somente nós...
    Eu tenho sido muito feliz, pois tenho comungado todos os dias com a felicidade que encontro dentro de mim.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. AS vezes é quando paramos de procurar que percebemos que já tinhamos o que queriamos ...

    A felicidade está em todo o lugar,mas cabe a cada um de nós ve-lá.

    Amei o texto,incrivel .... mesmo

    Mary-chan obrigada por sua presença no meu blog,de coração!Sério!

    ResponderExcluir