Irmãos.

       ....
       No fim do expediente, voltamos para casa. Uma camada fina de neve cobria o chão, e o frio começava a aumentar, em contrapartida de pela manhã, quando o sol brilhava pálido por entre as nuvens e trazia seu calor para o chão. Apenas o barulho de nossos passos marcando a brancura da neve, ecoava na trilha que seguiamos.

      Mia  olhava para o chão. Vi uma lágrima sua cair de seu rosto, indo se chocar com a pura neve. Estaquei, fazendo-a parar também.

      - Será que não posso substituí-los? - não sei para quem lancei a pergunta, mas me sentia indignado de não saber a resposta.

      A menina olhou para mim repentinamente, assustada. Vi o caminho, traçado pela lagrima, ainda em sua palidez, e seus olhos brilhavam, marejados. 

      - Hein?! Me diga: não sou o suficiente par tomar o lugar deles? - eu continuava gritando; ela continuava assustada.

      Me ajoelhei de frente à garota, olhando-a nos olhos. Senti que penetrava em seu mais profundo interior, enquanto olhava seus dois diamantes prateados, ainda cobertos em lagrimas. Sim... Ela era a unica garota que eu acreditava possuir pedras preciosas ao invés de olhos.

      - Me responda... Você não gosta de mim? Será que não sou o suficiente para fazê-la feliz? - eu continuava insistindo em saber.

      Ela me abraçou com força, soluçando intensamente enquanto começava a chorar de verdade. Seu rosto enterrado em meu ombro, suas mãos pequenas agarradas à minha blusa - como se ela tivesse medo de que eu fugisse -, pareciam ser capazes de responder às minhas perguntas da seguinte maneira: não me deixe sozinha. Ela tinha, depois de tudo, muito medo de voltar a ser o que era no inicio de tudo...: abandonada, solitária.

      Abracei-a de volta, pondo minha mão nas costas de sua cabecinha ruiva. Alisei seus cabelos devagar, enquanto deixava que ela chorasse. Meus próprios olhos ardiam. Eu também queria chorar.

      - Quando você me abandonar, ficarei sozinha para sempre, não é? - murmurou ela, enquanto ainda chorava e molhava minha blusa de frio.

      Claro que não! Eu não a abandonaria - era isso que eu pensava, naquele momento tão bom, apesar de triste. Abracei-a com mais força, sem saber que em breve não poderia mais fazer aquilo, apertando seu corpo tão frágil em meus braços.

      - Isso não vai acontecer. Eu não vou te abandonar; nunca! Sou seu irmão, não sou?

      Sim, somos irmãos - gosto de acreditar nisso, mesmo não tendo-a mais por perto... Mesmo sabendo que não somos ligados pelo sangue... Mesmo sabendo que, talvez, nunca mais a verei.

----------------------------------------------------------------------


Bem, como essa é uma parte de um dos meus  contos inacabados... não espero que vocês entendam. Mas acho que terão criatividade o suficiente para criarem o restante da historia, certo? ^^'
Acho que existem varias maneiras de interpretar isso; e, se bem me lembro, já postei uma parte desse conto - que seria o rascunho para mais essa que achei no meu Caderno-Secreto. Ahauahuaha'
Eu até pensei em colocar o titulo dessa postagem o mesmo do do conto; mas, ai era que vocês não iam entender nada mesmo. ahauahuah'  Então coloquei o nome do capitulo onde tem esse trecho do conto  --'


Tenho percebido que a quantidade de comentarios vem diminuindo drasticamente... será que são meus textos que perderam a qualidade/criatividade, ou seja lá o que for que eles são??      o.o'


Bjs, Itadakimasu!!

2 comentários:

  1. Aaaaaawn, que gracinha e que triste, muito triste. O amor entre irmãos é realmente lindo.
    Adoro contos inacabados, pois deixam aquele suspense no ar, um tipo de "interprete como quiser".
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. É, eu não ia entender mesmo. AUSHUAHUSHUAHU' Com certeza você viu que eu parei de comentar faz uns dois ou três posts, foi que a net pirou de vez e depois eu nem entrei mais na minha conta do blogger. u.u eu até ia comentar no post antes do passado (--'), mas eu tava escrevendo a minha irmã apareceu.(barraco pra vir na net) Mas enfim, não tem como os seus textos piorarem, não, não, não...









    ;*

    ResponderExcluir