Vícios

        Quando você se põe a pensar sobre certas coisas, você percebe que é impossivel formar opinião sobre elas. Ou talvez seja apenas eu com minha mania de indecisão(?). O mundo te dá escolhas, e as escolhas são todas boas, eu acho. Alguém que se envolve com drogas, é tachado de marginal, de indigente, mas, seriamente, o que eles têm de diferente de pessoas que precisam tomar remedio controlado; que  precisam tomar calmantes para dormir, ou passar o dia todo no computador, para não sentir-se fora de órbita (como eu própria)? Não estou dizendo que se drogar é bom, mas que eles são humanos como nós, que possuem sentimentos e que sofrem com seus próprios atos, como qualquer outro que é viciado em algo que sabe não fazer bem.
        As pessoas sabem julgar, mas nunca resolvem ajudar. Ver é melhor do que enfrentar, tenho certeza disso.
        Se você diz que alguém é viciado, de maneira involuntaria, todos pensam que você fala de um viciado em drogas; como se crack ou maconha fosse os unicos tipos de coisas em que alguém poderia tornar-se viciado. Você pode ser viciado em roer unhas, em beber leite antes de dormir, em passar vinte e duas horas de frente ao computador ou dormir apenas com televisão ligada ou depois de tomar algum tipo de dopante. Isso tudo é viciar-se, sem contar o cigarro e as bebidas ou coisas alucinogeneas. Você pode viciar-se em tudo. Tudo pode se tornar algo que você precisa. E eles servem para substituir algo que falta em você - os vicios servem pra isso,  e somente isso. Drogas ilicitas ou não, elas servem para um mesmo intuito: cobrir a fraqueza de quem usa.
       Ser fraco não é ruim, mas é necessario saber controlar sua falta de força. E, na maioria das vezes, ninguém está disposto a lhe dar uma mão, quanto a isso. Ser fraco é mais difícil, quando se está sozinho.
        E é nesse ponto em que quero chegar: viciados são humanos fracos, só isso. E você - você é pior que eles. Eu também sou. Sabe porque? Eles gritam silenciosamente por nossa ajuda, e nós nunca tentamos fazer algo. Eles se sentem sozinhos, ou oprimidos, ou inferiores a algo ou alguém, e por isso decidem se envolver com algo que lhe tire a consciência que lhe pesa. A sociedade massacrante empurra as pessoas a coisas que elas deviam controlar, e não serem controlados. Seja a moda, a televisão, a internet ou o que as pessoas dizem; tudo - tudo empurra você à decisões covardes, à pedir ajuda a alguém que, temporariamente, tirará seus problemas de foco.
       Mas temporariamente é muito pouco tempo, entende?
        Drogados são filhos de uma sociedade desumana. A sociedade é mãe de todos os oprimidos e sofredores, todos os egocentricos e perdedores.
Onde o dinheiro sobra, o carinho parece ser absorvido pelas mentalidades retrogradas de todo um mundo perdido. Pior, ninguém se oferece para tentar achar esse mundo; ninguém parece enxergar o que falta nesse meio de solidão inóspita e presente.

-------------------------------------------------------------------


Oi!
Sei, esse texto saiu um pouco da minha linha um pouco reflexionista de pensar (não sei ao certo, mas tive a impressão), e, como eu disse, é impossivel formar opinião sobre esse assunto. Primeiro porque você sempre terá que enxergar um lado só da moeda, pra ter uma resposta mais direta e concreta; mas isso não significa que sua visão está certa. Quando se olha um lado só de um fato, você esquece-se de pensar no outro lado, totalmente; e, pelo que sei, a moeda depende dos dois lados para ser ela mesma.
Como julgar algo que certamente possui lados bons e ruins?
As próprias drogas ilicitas na verdade eram usadas como remedio para alguns tratamentos de dor, há não sei quantos mil anos atrás.
Repito. Como julgar algo que pode ser bom e ruim?

Um comentário:

  1. Nouuusssaaa, Por que tu escreve tão bem??? :O :O :O :O
    Adorei a postagem... Na verdade amo todas elas, incrível não? Muahahahaha... Eu sou mal, al, al
    Nouussa, eu não deixo de ser abestalhado nunca...

    Mas seriamente,Tou MOrrendo de Saudades de Você, talvez vc nem teja de muá... Mas, Fazer oq? MUahahahaha...
    Nai, me Manda um e-mail? Vc ainda lembra do meu msn, num é? Gostaria de me cominicar com você, saber como você tá, sua vida, sua irmão, sua escola, suas loucas historias e percepçoes mais loucas ainda, sem falar das teorias, é claro (Adorooo' *v*)... Será que num podemos, ainda, nos falar? Acha que não? Nem Como Amigos, O que sempre formos(?)! Perdoa-me, num sei por que mais quiz pedir perdão... Muahahaha... Sorry, deixa, desconsidere o que escrevi... OU talvez não'

    Beijos, de uma ser Humano, e não de um Personagem...

    ResponderExcluir