***


Abro o bloco de notas no computador, e penso: sim, vou escrever sobre toda a lama que cobre o país, vou homenageá-lo com a verdade triste, nesse dia tão "especial" que é o aniversário de sua independencia. Sim, abro o bloco de notas, arrumo os pensamentos e penso em escrever. Mas não consigo dizer nada. Sinto-me enjoada, enjoada de saber que o país vai mal, mas está razoavelmente bem com isso. Não entendo o que querem dizer com "independencia do Brasil". Não entendo porque há desfiles nas ruas, porque as pessoas decidem beber e ouvirem músicas altas, dançarem feito loucas, talvez se drogarem também. Não entendo porque todo mundo se empurra nas ruas, lotam as praias, bradam com entusiasmo, bebem até não poderem mais.
        Sim, não entendo.
        Estamos comemorando o que, mesmo? Estamos comemorando o fato de que parte do país (sim, uma parte do Brasil ainda estava nas mãos dos portugueses, embora o mesmo se proclamasse independente) se livrou dos portugueses e se afundou em dividas e crises? Estamos comemorando os mortos nas guerras do Paraguai, os mortos de fome, os doentes, a dizimação dos indios? Expliquem-me, estamos comemorando o descaso do Brasil com relação aos estados que ainda estavam sendo dominados por Portugal, mesmo depois do país ser declarado independente? Estamos comemorando os heróis que morreram na miséria, ou os nobres com seus sorriso contentes, enquanto viam-se mais endinheirados?
        Alguém me explica o que estamos comemorando?
        D. Pedro não foi um herói, quando declamou aquela frase, no rio Ipiranga. Heróis verdadeiros, conheço muitos. Milhares. Eles acordam 5 horas da manhã, para pegar o onibus que os levará para mais não sei quantas horas de trabalho, limpando janelas em prédios esnobes, fingindo não existir enquanto limpam o chão de shoppings cheios de pessoas ricas, tentando esquecer a fome enquanto se vêm limpando as mesas dos McDonald's. Eles se conformam em serem excluidos, em não fazerem diferença, e aceitam acordar 5 horas da manhã de novo, no dia seguinte. Eles suportam isso todos os dias, quem sabe até nos domingos. Acha que o Superman era capaz disso? Você acha que a Mulher Maravilha conseguiria cuidar de 5 filhos, fazer faxina na casa da vizinha, para ganhar um dinheiro extra, e ainda passar roupa para mais dez pessoas, com medo de que, mesmo assim, não consiga pagar o almoço da família na proxima semana? Para mim, os verdadeiros heróis são estes: os anonimos. Os que todos ignoram, embora saibam que existam. Eles estão ali, suportam a fome e a dor de não serem "ninguém, mas permanecem fortes.
        Declaro 7 de setembro como o dia de todos estes, que podem passar fome hoje, mas um dia... talvez um dia... eles possam sorrir e dizer: consegui. Este dia é para eles, não para a "independencia do país". Este dia é para as mães, que dominam as economias da família como verdadeiras especialistas matemáticas, pagando uma conta ali, arranjando o jantar daqui. Este dia é para os pais, que trabalham em três sub-empregos diferentes, que não valem por um, afim de garantirem que seus filhos não morram de fome. Este dia é para quem sonha, para quem acredita em contos de fadas e para quem acha que pode fazer "floresta do deserto". Sim, é para todos vocês, que são melhores que eu. Para vocês que são fortes, que possuem fé, embora todos os ignore.
        Se isso servir de consolo: vocês são meus heróis.

3 comentários:

  1. Parabéns onee.
    Pera, caiu um cisco no meu olho. :'(
    Acho que se existe um lugar melhor em outra vida, um paraíso, ele seria para esses heróis - pessoas que não deixam de sonhar, e encaram a realidade como ela é, lutando, lutando, lutando, até conseguir algo melhor.
    Um dia me disseram que os mais fortes vencem.
    Considero essa frase errada e ridícula se comparada a realidade de milhares de pessoas desse planeta. Essas pessoas que ignoramos, essas pessoas que vemos e tornamos invisíveis, para que não incomodem nosso sono, são as mais fortes. Aquelas que vencem normalmente, são as "fortes"? NÃO. Elas são as frias, que conseguem pisar em cima de tudo e de todos para vencer, inclusive na própria moral e dignidade.

    Gokigenyou, onee-sama.
    Boa sorte nas provas!

    ResponderExcluir
  2. Cara, isso é extremamente lindo! SEM PALAVRAS!!!!

    xoxo ♥

    http://tiny-heart-arise.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. oi adorei o blog..
    entra aqui

    http://deixandomelhordemim.blogspot.com/

    beijos

    ResponderExcluir